Descubra os riscos de investir em ações que ninguém conta!

Descubra os riscos de investir em ações que ninguém conta!

No Brasil, investir em ações é algo que ainda não é muito praticado. Isso se dá a diferentes fatos, sejam eles a falta de conhecimento para isso ou os riscos que esse tipo de investimento possui.

Embora as pessoas desconheçam, existem sim diversos riscos que o investimento em ações pode trazer, o que faz com que se tenha mais cuidado e, além disso, impeça o investimento.

Mas o maior problema em se tratando de investir em ações está no desconhecimento, e é justamente para isso que nós estamos aqui. Nós queremos apresentar a vocês os riscos que ninguém tem coragem de contar em relação ao investimento em ações.

Investir em ações – Os riscos que ninguém conta!,

Riscos do Mercado de Ações

Quando se fala de ações, entende-se por pequenas parcelas do capital de uma empresa. Elas são negociadas no mercado secundário, que é aquele que todos conhecem, que se tem acesso através de uma mesa de operações ou através de um home brokers de uma corretora, sendo resultados da divisão de parte do capital da empresa em partes que são oferecidas aos investidores através de ofertas públicas.

No Brasil, a Bovespa é a empresa que faz a organização dos mercados de título, valores mobiliários e derivativos.

Investir em ações é o investimento que apresenta a mais variada fonte de risco, sendo esse o motivo de ser considerado tão complexo. Ainda assim, é um mercado que pode gerar retornos bem maiores para a sua carteira de investimento, quando se baseia numa série de análises e estudos, além de claro, uma pitada de sorte.

Observe os riscos abaixo.

Riscos de Mercado

Quando se trata de riscos ao investir em ações, um dos riscos que precisa ser levado em conta é o risco de mercado. E ele se trata de uma ação que pode fazer com que você perca valor na sua carteira, devido a alguma mudança no mercado em que ela está inserida. Isso significa que a ação pode ter a sua cota reduzida caso o mercado apresente uma queda.

Para melhor entendimento, o termo mercado pode ser o tipo de setor ao qual a empresa está situada, seja de energia, petróleo, tecnologia.

Como exemplos do que pode ser uma alteração na visão do mercado e dos investidores, que podem trazer perdas financeiras são os aumentos súbitos dos preços de matéria-prima, um novo concorrente impactante no mercado, a mudança de um regime do governo, os desastres naturais, as crises econômicas no mundo.

Riscos da Empresa

Além do risco de mercado no qual a empresa está situada, existem os riscos inerentes à própria empresa. Isso quer dizer que esses riscos falam da possibilidade de quebra da empresa, que pode decretar falência e, de dependendo do motivo da quebra, leva o investidor a perdas financeiras, que podem ser parciais ou até mesmo, totais.

Como exemplos de acontecimentos que podem levar a esse risco são os problemas e as interrupções no processo de produção, a perda de peças-chaves na empresa, a prescrição de prazos para a construção de novas unidades operacionais, entre outros.

Esse tipo de risco está ligado ao risco de análise da empresa. Caso haja uma análise errada ou incompleta, isso pode ocasionar em perdas significativas, mais ainda se o investidor não tiver outras aplicações financeiras.

Este tipo de risco é aquele que afasta diversos investidores que tenham pouco capital, ou que estejam iniciando na Bolsa de Valores, por causa do medo de investir em empresas que apresentem resultados ruins.

Outro motivo que gera insegurança é que investir em ações não conta com as garantias do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Risco de Liquidez

Em algumas situações, existem os riscos de liquidez. Nesse caso, se trata da falta de capacidade para se desfazer de uma determinada posição, seja ela de compra ou de venda, sem ter que se sujeitar a um preço muito baixo, o que pode ocasionar maiores prejuízos.

Isso ocorre, geralmente, em empresas pequenas, que segunda ou terceira linha, que possuem uma dificuldade maior quanto à venda de outras ações, devido à baixa demanda por esses ativos. E essa situação tende a piorar, caso o mercado esteja em crise, já que os investidores estarão dispostos a pagarem valores bem menores para os ativos.

A principal forma de sair desse risco é buscar empresas que tenham bom volume de negócios, que sejam maiores do que os ativos que possui na posição da carteira.

Risco da Corretora

A corretora de valores é quem faz, por obrigação, a intermediação entre os investidores e as empresas, na compra e na venda das ações. Mas o que aconteceria se a corretora a qual você escolher vier a quebrar?

Nessa situação, com as suas ações, não iriam acontecer nada, uma vez que elas permanecerão no seu nome, no processo chamado de Câmara de Ações, a antiga CBLC. O problema, nesse caso, é o seu saldo livre em conta, que pode ser confiscado caso a corretora declare falência. É bem rara essa situação, mas possível.

Outros riscos que você pode encontrar quando for investir em ações são:

Riscos monetários – que são as mudanças do câmbio que podem afetar o valor de mercado de diversos investimentos, inclusive os de ações. Caso o câmbio de dólar suba, as empresas que dependem de importações de insumos são prejudicadas. Há também o outro lado, onde as empresas têm suas receitas oriundas de exportações podem se dar bem com este fato.

Risco de TI, que é quando o investidor identifica uma oportunidade e, na hora de enviar a ordem pelo home brokers, ocorrer um problema na conexão da internet.

Similar Posts
Invista no próximo Facebook, invista em startups!
Invista no próximo Facebook, invista em startups!
Pequenos investidores também podem investir em startups, e é muito mais simples do que você imagina. A gente te explica...
Sabe como economizar no seu final de ano? Aqui está
Sabe como economizar no seu final de ano? Aqui está
Chegou aquele tempo que algumas pessoas aguardam ansiosamente: as festas de final de ano. Não há nada mais gostoso do...
Se torne um investidor consistente em tudo
Se torne um investidor consistente em tudo
Investir na bolsa de valores talvez seja uma das atividades nas quais exista a maior discrepância entre a prática e a...

There are no comments yet, add one below.

Leave a Reply


Name (required)

Email (required)

Website