7 passos para organizar gastos pessoais

7 passos para organizar gastos pessoais

Se organize

Os gastos pessoais precisam ser controlados e estabilizados se você quer obter bons resultados com o planejamento financeiro. Muitas pessoas possuem dificuldade nessa etapa do projeto.

Afinal, como fazer um controle eficiente dos seus gastos pessoais? O que levar em consideração durante esse período? Se você está em dúvida, acompanhe o conteúdo que separamos e aprenda técnicas incríveis.

Gastos pessoais: como se organizar!

Gastos pessoais - como se organizar em 7 passos

Crie o seu planejamento orçamentário

Para começar, você precisa de um planejamento completo. Não é ideal lidar com os seus gastos pessoais sem uma planilha de qualidade. Ela serve como um guia das ações que você deve tomar para chegar ao estado de saúde financeira.

Cuidado com as suas escolhas. O ideal é investir em planejamentos digitais, para que nada se perca. Afinal, é bem mais simples alterar dados do seu celular ou computador.

Separe os gastos em categorias

Depois de construir um espaço em que você vai poder colocar informações, o próximo passo para controlar os gastos pessoais é investir na separação inteligente de categorias. Assim, você analisa as despesas com maior facilidade e pode escolher onde economizar.

A separação em categorias pode envolver padrões de gastos, com os maiores gastos em primeiro e assim progressivamente, ou áreas do cotidiano. A segunda opção é mais popular e bem mais simples.

Algumas categorias inteligentes, que a maioria das pessoas escolhe, são: alimentação, educação, lazer, transporte, saúde, entre outros. Você também pode dividir em despesas fixas e variáveis.

As despesas fixas são aquelas que precisam ser pagas todos os meses, como impostos e contas referentes a sua casa. Já as despesas variáveis podem ser cortadas do orçamento quando for necessário.

Observe onde então os problemas

Toda administração de gastos pessoais precisa ter um problema a ser resolvido. Mesmo que sobre dinheiro no final do mês, existe algum aspecto no qual você pode interferir com qualidade, para colher os frutos mais tarde.

Qual a área em que você gasta mais? Onde está o problema que acaba com as suas possibilidades de juntar mais dinheiro? Essas são apenas perguntas iniciais, que serão usadas para tomada de decisões mais complexas. Cuidado com as escolhas e utilize técnicas com sabedoria.

Evite impulsos de consumo

Os impulsos de consumo são prejudiciais aos gastos pessoais, principalmente quando estamos falando de técnicas de controle. Quem tem esse tipo de problema dificilmente consegue êxito em seus objetivos pessoais. Afinal, não é fácil gastar e depois ter que lidar com os prejuízos.

Diversas estratégias existem para acabar com os excessos. Nossa dica é sempre pensar duas vezes antes de gastar, guardando a sua vontade por no mínimo um dia. Se você realmente avaliar que precisa desse item, o consumo está liberado. Não se esqueça de verificar a sua planilha de gastos para ver se há como efetuar a compra sem se prejudicar.

Reveja gastos fixos

Os gastos fixos são os maiores problemas de quem quer lidar com gastos pessoais e economizar. Muitas pessoas pensam que não há como alterar esse tipo de despesa, o que raramente é verdadeiro em relação ao seu orçamento. Na realidade, a alteração pode ser realizada.

Podemos concordar que esse tipo de atitude requer um controle maior, inclusive por parte da família. Você vai precisar bolar técnicas para economizar na luz e na água, por exemplo. Antes de adquirir um bem de consumo, como casas e veículos, verifique se os impostos são compatíveis com o seu nível de vida.

Planeje os gastos dos meses seguintes

Agora que você já tem uma boa análise e está controlando os seus gastos pessoais de maneira mais inteligente, está na hora de planejar o que você vai fazer nas próximas etapas. Essa é uma parte crucial do trabalho, principalmente se você está tendo bons resultados através das suas estratégias de economia.

O importante é não deixar esses resultados se perderem! Planejar o quanto você pode gastar nos próximos meses é uma das ações que melhoram o planejamento geral. Nossa dica é fazer a separação por categorias até nessa fase. Assim, você descobre quanto pode gastar com transporte ou educação, por exemplo, além de definir uma hierarquia.

Cuidado com taxas e impostos

As taxas e impostos podem afundar o consumidor mais desatento. Afinal, esse é um tipo de gasto deixado em segundo plano. Todos possuem a ideia de que é necessário fazer esses pagamentos, mas ninguém questiona os seus valores.

Será que é essencial pagar por uma anuidade tão alta do cartão? Ou é necessário ter seguro para tantas coisas assim? Se esses elementos não desempenham um papel central, o melhor é fazer uma revisão e começar a planejar os seus cortes. Recomendamos que essa ação seja desempenhada com calma e aos poucos, para não exercer impacto.

E aí, o que você achou dos nossos passos essenciais para controlar os gastos pessoais? Tem mais alguma sugestão? Comente abaixo!

 

Similar Posts
Saiba como fazer para investir seu 13º e seu dinheiro render
Saiba como fazer para investir seu 13º e seu dinheiro render
Chega o fim do ano e muita gente já se prepara para receber o tão aguardado 13º salário. Esse dinheiro...
Sabe o que é Análise de investimentos ? Conheça Ferramentas que te auxiliam a ganhar mais!
Sabe o que é Análise de investimentos ? Conheça Ferramentas que te auxiliam a ganhar mais!
Você sabe o que é uma análise de investimentos? Se você é daqueles que desejam ter um determinado investimento, você...
para você que mora fora do Brasil – Veja o que fazer para não ter problema com a Receita
para você que mora fora do Brasil – Veja o que fazer para não ter problema com a Receita
O primeiro artigo sobre Como investir no Brasil morando no exterior, trouxe muita repercussão e recebi diversas dúvidas sobre os...

There are no comments yet, add one below.

Leave a Reply


Name (required)

Email (required)

Website