Passos para você aplicar um planejamento financeiro

Passos para você aplicar um planejamento financeiro

Fazer o planejamento financeiro pode ser um diferencial enorme para o funcionamento de qualquer tipo de negócio. Entretanto, o gestor precisa tirar as ideias do papel e realmente aplicar os conceitos no cotidiano.

E agora, como fazer para que o seu planejamento financeiro se torne uma realidade? Como saber se o planejado vai dar certo? Para te ajudar, separamos um passo-a-passo bastante elaborado e prático. Acompanhe!

Planejamento financeiro: como aplicar?

aplicar planejamento financeiro

Comece com um levantamento da situação atual

Você pode até estabelecer os objetivos esperados no seu planejamento financeiro, mas o momento da aplicação é também a hora de deixar as coisas mais práticas e alcançáveis. Afinal, se o projeto não sair do papel, não gera resultados.

A primeira coisa a conhecer é a sua situação financeira atual. Podemos até falar em planejamento pessoal nessa etapa, mas o caso fica mais compreensível se argumentarmos em cima do funcionamento de uma empresa.

Você deve se perguntar: como estão meus ganhos? Eu estou terminando o mês no azul? Existem dívidas que não foram quitadas? E principalmente, a pergunta mais importante: quanto do meu orçamento pode ser remanejado exatamente nesse momento da trajetória do negócio?

Depois de responder a todos esses questionamentos, que podem ser acompanhados por alguns outros, você já vai ter mais noção do funcionamento do seu negócio. Agora, falta analisar como começar a atingir os objetivos sem desestabilizar.

Verifique o orçamento

O orçamento é uma das partes centrais do planejamento financeiro, como o nome já sugere. Você pode estar se perguntando: mas o planejamento inteiro não é realizado com base no orçamento? A resposta para essa pergunta pode ser sim ou não.

Na realidade, tudo vai depender de como você se colocou diante da situação e como a empresa está enxergando as suas necessidades do momento. A análise do orçamento que estamos propondo é relativa à gestão de gastos e ganhos, despesas fixas e variáveis, entre outros processos.

O ideal é começar a aplicar os seus investimentos em articulação com todos esses aspectos, e analisar os seus objetivos confrontando o orçamento atual com cada um deles. O que se sugere é um aprofundamento mais prático no momento da aplicação.

Considere investimentos em diferentes áreas

Os investimentos são as etapas centrais de um planejamento financeiro que precisa sair do papel. Agora que você já sabe todos os detalhes técnicos sobre o orçamento da sua empresa, é necessário retirar algo a mais das planilhas que estão diante de você.

Como assim? Imagine que você tenha um monte de índices, tendências de gastos, possibilidades de cortes, entre outros. O que falta? Ver como você vai realizar tudo isso de maneira concreta, agindo para modificar a realidade do negócio.

Quando falamos em investimentos empresariais, o seu planejamento precisa contemplar duas áreas: uma interna e outra externa. Afinal, é importante que o empreendimento também se abra ao público investidor, e não permaneça como um projeto fraco.

Acompanhe nossas duas distinções sobre o momento de investir!

Setores empresariais

O planejamento financeiro uma etapa de investir em processos internos da empresa. Essa ideia se distancia um pouco da possibilidade de fazer cortes, que também é um elemento importante do planejamento. Entretanto, vamos focar nele depois.

No que você pode investir dentro da empresa para melhorar os resultados? O enfoque, na maioria das vezes, envolve o investimento de qualidade para conseguir produzir mais por menos, seja o seu negócio de mercadorias ou de produtos indiretos.

É necessário, ainda, fazer uma realocação dos investimentos que estão em vigor na sua rotina. Com uma técnica apurada, você conseguirá achar muito dinheiro que está sendo gasto em processos que podem sobreviver com bem menos. O mesmo vale para uma área ou etapa da produção que poderia fazer a diferença se recebesse mais atenção do setor financeiro.

Investimentos externos

Os investimentos externos são essenciais para que uma empresa possa financiar o aprimoramento e a conquista de novos espaços. É comum que negócios, principalmente no início, peguem uma quantia “emprestada” por meio de investimentos para conseguir fazer melhorias na estrutura, na produção ou até mesmo para a contratação de novos colaboradores.

Você só precisa ter os conhecimentos básicos em investimentos para empresas, ou fazer uma parceria com um profissional especialista, que poderá orientar melhor a sua trajetória. Selecione também a modalidade de investimentos que mais combina com o seu planejamento: conservador, moderado ou agressivo.

Com essas etapas, você não corre o risco de perder parte dos seus rendimentos, e pode financiar processos à medida que os lucros se apresentam em sua produção. A garantia de crescimento é bem maior nesses casos!

Acompanhe os resultados

Depois de planejar e tirar as suas ideias do papel, você vai começar a identificar alguns resultados. Na realidade, a duração do processo depende de quais são os objetivos e qual o teor da mudança necessária para alcançá-los.

Entretanto, independentemente da duração, o importante é monitorar com qualidade esses resultados que estão se apresentando. Para isso, confronte os avanços que você está fazendo com o planejamento em planilha. Isso te ajudará, inclusive, a compreender melhor as necessidades da sua empresa como um todo.

O controle pode ser realizado periodicamente de acordo com as demandas e a velocidade das mudanças que você deseja implantar. Sugerimos um período mínimo mensal, ou um período máximo de um semestre para conseguir acompanhar de perto o que está ocorrendo na prática.

Modifique aspectos centrais

Essa é uma etapa das mais importantes da implantação do seu planejamento. Acompanhando a trajetória anterior, você já entendeu que é essencial monitorar as atividades. O que falta?

Depois do monitoramento, algumas possibilidades de mudança podem surgir. Esse é um processo natural ao longo do tempo, e até sugere que a sua empresa vai bem. Afinal, ninguém quer ter um negócio que nunca sai do lugar, certo?

Pode ser que os seus rendimentos mudem, que você precisa investir com urgência em outra coisa ou até que a proposta do produto se torne diferente. Seja como for, não tenha medo de modificar.

Mas cuidado, pois alguns podem achar esse procedimento simples e rápido. Não é bem assim: se você quer um bom planejamento, precisa de um bom tempo para analisar a situação da empresa regularmente.

E você, está pronto para dar vida ao seu planejamento financeiro? O que falta para que a sua empresa comece a crescer e mostrar resultados? Deixe o seu comentário abaixo e nos conte do seu caso!

 

Similar Posts
você DEVE conhecer esses Investimentos inteligente!
você DEVE conhecer esses Investimentos inteligente!
Você quer garantir o seu protagonismo no mercado financeiro, escolhendo as melhores aplicações? Se a resposta é positiva, não pode...
O Que É, E Como Funciona o Mercado financeiro ?
O Que É, E Como Funciona o Mercado financeiro ?
O mercado financeiro é uma das vias mais importantes de entrada no mundo dos investimentos. Afinal, você precisa conhecer o...
Você Precisa Conhecer Essas 8 Taxas Antes De Investir
Você Precisa Conhecer Essas 8 Taxas Antes De Investir
Muita gente pensa que investir se resume a apenas pegar uma quantidade de dinheiro, jogar no colo de um gerente...

There are no comments yet, add one below.

Leave a Reply


Name (required)

Email (required)

Website