Negociação de alta frequência: Quando a alta tecnologia e os investimentos se

Negociação de alta frequência: Quando a alta tecnologia e os investimentos se

High frequency Trading: Quando a alta tecnologia e os investimentos se unem

5 (100%) 1 vote

Você já ouviu falar sobre High Frequency Trading? Ou não faz a menor ideia do que seja? Seja lá qual for a sua resposta, o artigo de hoje é para você que esta curioso em saber mais a fundo qual o resultado quando juntamos tecnologia de alta ponta com investimentos em bolsa de valores.

            High frequency trading, ou HFT na abreviação, é uma estratégia de investimento baseada em fazer pequenos trades no mercado, muitas vezes com um ganho minúsculo de muitas casas decimais a direita em cada trade.

Nessa estratégia, cada compra e venda de ação é realizada em milissegundos, e os ganhos minúsculos em cada operação vão se amontando ao longo do dia para gerar um lucro substancial. Como você pode imaginar, com esse tipo de velocidade de trade e esse volume de operações por dia, o HFT não é realizado por humanos, mas sim por robôs, por meio de supercomputadores programados com algoritimos complexos que executam ordens em frações de segundo ao longo de múltiplos mercados.

O HFT tem suscitado muitos debates por especialistas e investidores do mercado de ações, especialmente nos EUA onde esse tipo de tecnologia é mais comumente utilizada. De um lado, há o argumento de que o HFT seria útil para o mercado como um todo, já que prove grande liquidez para todos os investidores ao realizar negociações com grande frequência. Por outro lado, muitos defendem a posição de que o hft torna o mercado injusto, já que dá a apenas uma parcela de grandes investidores institucionais, que geralmente serão os únicos que terão acesso a esse tipo de tecnologia, a possibilidade de lucrar de forma quase garantida e com baixíssimo risco.

De fato, é extremamente raro uma empresa de HFT ter prejuízos operando no mercado. Muitas das maiores empresas de alta frequência, com seus robôs ultra avançados, em geral tem apenas uns poucos dias de prejuízo ao longo de anos operando no mercado com essa tecnologia, o que parece dar uma certa razão ao segundo argumento. Por outro lado, se pararmos para pensar no crescimento exponencial da tecnologia, é fato que cada vez mais surgirão tecnologias disruptivas como o HFT que irão desequilibrar a balança no mundo dos investimentos e isso é algo inevitável.

Portanto, talvez ao invés de pensar em como é injusto que alguns poucos possuam essa tecnologia, devamos pensar em soluções e possibilidades. Assim, nesse artigo vamos falar um pouco mais a fundo sobre o high frequency trading e o que o futuro pode trazer de novidades no mundo dos investimentos.

Como funciona o HFT?

Como falamos, os robôs de alta frequência, que tornam o hft possível, operam a uma velocidade sobre humana, realizando operações em milissegundos. Mas o que torna isso possível são alguns fatores existentes no mercado. Em primeiro lugar, uma das maiores possibilidades de ganhos com o HFT é a conhecida arbitragem, ou a compra e venda de um mesmo bem visando se aproveitar de uma inconsistência no preço dele ao longo de dois mercados distintos, ou mesmo dentro do mesmo mercado.

Para um investidor comum, os ganhos vindos da arbitragem hoje em dia seriam extremamente raros ou muito difíceis de serem aproveitados. Entretanto, um robô de alta capacidade consegue comprar e vender um determinado ativo com extrema velocidade, exatamente no timing certo de apenas algumas frações de segundo em que aquela inconsistência de preço esta ocorrendo ao longo de dois mercados.

high frequency tradingDentro do mesmo mercado – vamos supor que seja a bolsa de valores – essas inconsistências podem ocorrer ao longo das milhares de operações realizadas com uma determinada ação em um dado momento, e um robô de HFT pode comprar do vendedor certo em um dado instante – aquele que esta ofertando pelo menor preço – e vender para o comprador certo – o que esta oferecendo o maior valor para a compra. Essas diferenças são sempre minúsculas, representando um ganho percentual com muitas casas decimais zero antes do número, entretanto ao ser realizada um número maciço de vezes por dia, se tornam ganhos significativos e, como você pode imaginar, quase livre de riscos já que a ação esta sendo comprada e vendida no mesmo instante praticamente.

Para além das inconsistências

Outra forma pela qual uma estratégia de high frequency trading pode ser aplicada de modo bem sucedido é através da automatização de um trading system, ou sistema de trading. Um trading system é basicamente um conjunto de regras que buscam reconhecer padrões no comportamento das ações que possam indicar uma possível movimentação, baseando-se na análise fundamentalista, análise técnica ou quantitativa.

A automatização de um sistema de trading não é algo novo, sendo utilizado já há pelo menos algumas décadas. Entretanto, o que é realmente diferente nesse caso, é que pela própria natureza os robôs de HFT conseguem identificar padrões com muito mais clareza e se aproveitar de oportunidades que sequer seriam percebidas por um trading system tradicional.

Talvez aqui seja o ponto no qual seres humanos passem a ter um papel um pouco mais importante dentro das operações de alta frequência, já que alguém terá que elaborar a estratégia de investimentos que dará suporte ao trading system. Além disso, essa estratégia precisará ser revisada e constantemente otimizada.

O HFT é algo mal?

Com tanto poder concentrado em uma tecnologia como os robôs de high frequency trading, que conseguem aliar o aproveitamento de oportunidades inacessíveis ao resto do mercado com retornos quase garantidos, é natural que algumas pessoas comecem a se tornar céticas quanto as possibilidades de investimentos para quem não tem acesso a esse tipo de tecnologia ultrassofisticada – ou seja, 99% do mercado investidor.

HFT

Muitos inclusive chegam a rotular o HFT como uma forma de operar no mercado completamente injusta e contra a qual algo deve ser feito. Nos EUA, onde o trading de alta frequência já esta num estágio bem mais avançado do que no Brasil, esse tipo de clamor é ainda mais intensificado. Um dos argumentos para isso é de que o HFT cria mais problemas para o resto do mercado como um todo do que resolve. A liquidez trazida por esse tipo de operação em alta frequência seria meramente ilusória, já que pela própria natureza da operação, ela existiria em um segundo, para não existir mais em outro segundo.

Outro ponto levantado seria o de que o HFT causaria distorções no mercado quase imprevisíveis. Atualmente, estima-se que mais de 60% das operações nos mercados globais sejam feitas por robôs de HFT ou alguma variação semelhante. Com isso, surge o argumento de que o HFT não seria trading de verdade, mas apenas robôs se aproveitando de investidores mais lentos através de trades desnecessários, pois seriam feitos de qualquer forma, apenas em um espaço de tempo um pouco maior.

Outra suposta distorção tem.a ver com o conceito do Bid-ask spread. O spread nesse caso é a diferença entre o preço pelo qual um investidor deseja vender um ativo e o preço pelo qual o comprador esta disposto a comprar. Em geral, quanto menor essa diferença melhor, já que em tese o mercado estaria se tornando mais eficiente e alocando as transações de modo mais favorável aos seus participantes. O ponto disso é que as operações de HFT nos últimos anos nos EUA. e no resto do mundo tenderam a diminuir o spread na negociação das ações das companhias mais capitalizadas (large caps) e aumentaram o spread das ações de empresas menos capitalizadas (small caps), exatamente porque esse tipo de estratégia, ao se basear em múltiplas operações por instantes, depende de ativos com maior liquidez.

Além desses, inúmeros são os argumentos levantados contra o High frequency Trading, incluindo o de que ele torna possível a manipulação do mercado, levando-o inclusive a ser chamado de insider trading 2.0

Apesar disso tudo, se adotarmos uma perspectiva mais objetiva sobre a evolução do mercado, fica claro que é inútil vociferar contra os robôs de alta frequência, pois sempre haverá algo que parecerá injusto e contra o qual não se pode competir. Algo que deve ser lembrado é que, por um lado, os HFT não afetaram qualquer grande investidor.

De fato, o público que eventualmente pode ser afetado por máquinas de HFT cada vez mais potente é o investidor que muitas vezes não sabe sequer o que esta fazendo direito e que, talvez, não devesse estar investindo em primeiro lugar antes de se preparar melhor.

Além disso, a realidade inegável é que investidores sempre tentarão criar meios mais eficientes para investir no mercado e obter retornos maiores em cima do seu capital. Enquanto os meios que envolvam fraudes ou práticas antiéticas devam ser coibidos a qualquer custo, não faz sentido parar a evolução natural do mercado apenas porque ela parece injusta, pois o processo evolutivo sempre parece injusto para quem não faz parte dele.

Com o crescimento exponencial da tecnologia que iremos experimentar de modo cada vez mais concreto nos próximos anos e décadas, é nítido que o mundo dos investimentos e das finanças será cada vez mais aftado e novas tecnologias aplicadas a indústria financeira ainda mais disruptivas do que o HFT surgirão, e negar essa realidade é inútil. Um grande exemplo é a tecnologia de blockchain que, apesar de recente, já esta abrindo novas fronteiras para as transações financeiras.

Ao invés de reclamar de novas tecnologias disruptivas, o caminho mais inteligente é focar naquilo que esta sob o seu controle: Se aprimorar constantemente como investidor, para que esse tipo de coisa seja irrelevante para você.

  • Bolsa de Valores
  • Investimentos

Similar Posts
Jeitos de não errar no controle de gastos pessoais
Jeitos de não errar no controle de gastos pessoais
O controle de gastos pessoais é uma atividade que requer muito planejamento e monitoramento. Afinal, estamos falando de um dos...
queda de 30%, seguida de alta de 30%, dá empate?
queda de 30%, seguida de alta de 30%, dá empate?
“A Ibovespa caiu 30% na semana passada. Mas esta semana ela já subiu 30%!”. Se você tinha dinheiro aplicado no...
seus ensinamentos financeiros para os filhos
seus ensinamentos financeiros para os filhos
Falar sobre dinheiro com os pequenos não precisa ser chato ou difícil. Tem como, sim, ensinar os filhos desde cedo...

There are no comments yet, add one below.

Leave a Reply


Name (required)

Email (required)

Website